Exames

O exame de Bioimpedância é um moderno método para avaliação da composição corporal. É indicado tanto para pessoas que apresentam sobrepeso, obesidade e complicações associadas a esse perfil quanto para aqueles que simplesmente desejam emagrecer e ganhar massa muscular com saúde, melhorar a performance ou iniciar os exercícios físicos.

A ecocardiografia abrange os métodos de diagnóstico da estrutura e do funcionamento do coração baseados no uso de ultrassom, é frequentemente empregado na avaliação dos pacientes com sopro cardíaco, sintomas de palpitação, síncope, falta de ar, dor torácica, ou portadores de diversas doenças cardíacas como doenças do músculo cardíaco (infarto do miocárdio, miocardiopatias), insuficiência cardíaca, doenças das valvas, anomalias congênitas, entre outras.

É um exame que utiliza a ultrassonografia e o Doppler para avaliar a anatomia e o fluxo sanguíneo destas artérias. O principal objetivo do exame é constatar e avaliar o grau das obstruções que, quando importantes, podem levar a quadros de acidente vascular cerebral “derrame”. Este exame é indicado principalmente para pacientes que apresentam diabetes, hipertensão arterial sistêmica, doença vascular periférica, episódio anterior de acidente vascular cerebral e na investigação de tonturas a esclarecer.

O eletrocardiograma é um exame no qual é feito o registro da variação dos potenciais elétricos gerados pela atividade elétrica do coração é indicado na avaliação de rotina durante uma consulta com o cardiologista, com objetivo de detectar arritmias cardíacas, doenças do músculo cardíaco, infartos e sobrecargas ao coração.

O Holter é um exame que permite o registro contínuo do ritmo e da frequência cardíaca, como ocorre num eletrocardiograma, durante o período de 24 horas. Destina-se a detectar alterações do registo cardíaco durante a sua atividade diária normal e a correlacionar com eventuais sintomas referenciados pelo paciente (Ex: palpitações, tonturas ou perda de consciência).

A Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial é um exame que permite aos médicos obterem medidas de pressão arterial de seus pacientes em suas atividades diárias. Consiste na instalação de um aparelho capaz de medir automaticamente a pressão arterial a intervalos pré-programados; realiza em torno de 80 leituras de pressão no período de 24 horas. Permite avaliar a pressão em diferentes situações durante o dia e à noite. Trata-se de um exame útil tanto no diagnóstico e no acompanhamento da Hipertensão Arterial.

Teste de esforço, teste de esteira ou teste ergométrico, é um exame que avalia o comportamento cardíaco durante um esforço físico. Pode ser realizado em esteira (método disponível no nosso serviço) ou bicicleta, utilizando protocolos (aumentos progressivos da velocidade e inclinação) adaptados para cada paciente. Dessa forma, podemos avaliar, durante e após esforço físico, os sintomas (dor, cansaço, tontura, palpitação, entre outros), o comportamento da pressão arterial (quedas ou elevações normais ou inesperadas), o comportamento da frequência cardíaca, a presença de arritmias, estimar a capacidade cardiorrespiratória (condicionamento físico) e a possibilidade de detectar obstruções nas artérias do coração através da análise de alterações do eletrocardiograma que é registrado durante todo o tempo do exame.

O teste de esforço cardiopulmonar ou teste ergoespirométrico avalia o nível de aptidão física atual e o comportamento cardíaco frente ao esforço físico máximo do indivíduo que está sendo avaliado. A finalidade do exame é detectar a capacidade atlética e possíveis alterações orgânicas – cardiovascular, pulmonar ou muscular – que possam ser fatores limitantes ou de atenção ao indivíduo.

O exame destaca-se por permitir a análise de variáveis clínicas, eletrocardiográficas, hemodinâmicas e respiratórias que refletem os ajustes cardiovasculares e respiratórios desencadeados pelo exercício, necessários para a manutenção do metabolismo celular adequado às demandas impostas pela atividade física.

Dentre as muitas aplicações clínicas desse método, podemos destacar sua utilidade para entender melhor a fisiopatologia da intolerância ao exercício e avaliar o grau de incapacidade de cardiopatas e pneumopatas para medir o resultado de intervenções terapêuticas nesses doentes e, ainda, estabelecer prognóstico, o que permite definir condutas com maior segurança.

Agende agora a sua consulta ou exame via Whatsapp

 

Agende agora!